quinta-feira, 30 de maio de 2019

Nevado Pastoruri


Dia 10/05/2019 – Nevado Pastoruri

Depois de descansar bastante, tomamos nosso café da manhã que não é no hostel e sim num estabelecimento perto. O hostel nos deu duas plaquinhas e fomos para lá fazer o “dasayuno”. O café eles dão um concentrado de café e água quente. Ai você mistura tudo. O pão é o típico deles, mas pelo menos tinhas ovos.
De barrigão cheio, fomos para a Van. Dessa vez são duas horas até o início do passeio. No meio do caminho paramos para tomar um chá de coca. Resolvi experimentar. Era incluso no passeio. Comprei um saquinho com várias folhas de coca por 1 sol. Durou até o fim da viagem e ainda sobrou pois trouxe de volta para o Brasil.


Voltamos para a van e pegamos a estrada até que passamos pela laguna Patachocha e poucos segundos depois a entrada do parque Huascaran em si. Custo de 30 soles a entrada neste setor do parque. O caminho que fizemos pode ser visto clicando aqui.


Powered by Wikiloc

entrada do parque




Já dentro do parque, a primeira parada é na fonte gaseificada.






Achei que fosse quente. Perguntei em inglês a um rapaz que estava ali perto e ele falou que não. Aí sim tive coragem de tocar na água.
De volta a van a próxima parada era na Laguna 7 cores.





Andamos de volta até chegar no carro/van. Várias plantas que só dão acima de 3000 m de altitude. Algumas delas parecem estar queimadas, mas é pela autocombustão. Doidera. Na laguna em si, dependendo da hora e incidência de raios solares, é possível ver diversas tonalidades de verdes e cores diferentes. Não vi porra nenhuma muita coisa.
De volta para a estrada finalmente chegamos no estacionamento e ali começava a nossa caminha para valer. Chegou a hora!

hora de começar a caminhar





Como já se começa a caminhar acima dos 4000 m de altitude, o maior desafio é a falta de ar. O soroche, mal de altitude. Tinha tomado chá de coca, masquei as folhas de coca, ainda tinha tomado um remédio antes de começar o passeio e mesmo assim, no final do passeio, voltando da trilha ainda senti uma leve dor de cabeça. Minha namorada Lais, que não tomou chá, nem mascou as folhas de coca e nem tomou remédio, não sentiu absolutamente nada. A menina é sinistra.
A caminhada começa acima dos 4000 e chega em 5000. Para isso existe a opção de ir de cavalo para quem quiser. Lais e eu fomos a pé.



Um pouco cansados chegamos no nevado. Fui até o mirante ali em cima correndo e quase morri de dor de cabeça depois, hahaha. Exagerando mas deu uma dor de cabeça leve.



Depois de conhecer bem o lugar, aproveitar/agradecer por aquele momento, comer alguma coisa, tirar fotos... começamos a nossa volta para a van. Nisto começou a nevar/chover granizo. Foi bem legal. Experiência completa. Quando estávamos bem perto da van, a chuva/neve apertou. Chegamos na hora certa e deu para curtir tudo. Quando estávamos voltando vimos algumas pessoas começando a caminhada. Deu uma certa pena porque ia pegar um tempo um pouco fechado e chovendo/nevando, sei lá.


De volta a cidade de Huaraz, descansamos um pouco, tomamos banho e fui pegar as roupas no varal lá em cima no terraço (que tem uma vista linda da cidade), que eu tinha lavado no dia anterior. Ao chegar la em cima não achei as roupas. Estava preocupado porque, como choveu, as roupas estariam todas molhadas. Nesse momento um brasileiro falou comigo. Falou que as voluntárias do hostel tirar a roupa do varal e dobraram para gente. Nossa... fiquei sem palavras pelo cuidado que o hostel tem. O hostel já tinha me conquistado pela ótima localização e por ter um bebedouro. Agora então! Voltou para o quarto e falei sobre as roupas parar a Lais e ela adorou. Falei também que tinha um brasileiro no hostel.
Depois um  tempo, fomos para a rua. Fomos num restaurante “encontro” e ali comemos lasanha e uma jarra de suco de laranja. Lugar bem bonitinho e romântico. Tocou uma música Brasileira. Leoni se não me engano.
Depois da janta fomos rapidinho na Cruz del Sur comprar a passagem para a noite do dia seguinte para voltar para lima e de lá ir para Ica.
Passagens compradas, fomos no mercado comprar suprimentos para o passeio do dia seguinte. Compramos tangerina (que era muito boa e não tinha caroço) e uma barra de cereal energética. Iríamos precisar já que o passeio do dia seguinte era a famosa e cansativa Laguna 69.

Nenhum comentário: